Sobre mim, minha história e como eu vim parar aqui.

Eu sou de natural de Salvador, na Bahia. Moro em São Paulo há 8 anos. Sou formada em comunicação-jornalismo e hoje estudo no MBA em big data analysis, na FIA Business School. Desde que cheguei em São Paulo, eu já atuei nas três frentes principais de social media: conteúdo, monitoramento e SAC/community manager, em agências de comunicação. No entanto, eu sempre gostei mais da parte de “fazer relatório”, mas não o boring semanal ou mensal e sim aquele de insights, para descobrir coisas novas. Foi aí que comecei a realizar pesquisas de mídias digitais independentes e criei um projeto/startup chamado ZEROPONTO54, insights sobre pessoas. Entre um freelancer e outro, eu a toco e vou retomá-la com mais força, em breve.  

Como forma de melhorar ainda as minhas entregas, eu fui estudar big data porque quis tornar minhas análises mais técnicas e ancoradas em técnicas estatísticas tradicionais. Em meu dia a dia, depois do curso, eu incorporei programação em Python/R, consultas em SQL para análises e me dedico diariamente aos meus estudos em ciência de dados. Ao contrário do que você pode pensar, este não foi o meu primeiro contato com programação porque sempre fui apaixonada por telas pretas cheias de códigos mágicos; na era 2000 eu aprendi AS3, Delphi e PHP e em 2016, desempregada, fui aprender python com o Pyladies. Só hoje que consigo juntar tudo o que amo porque a combinação exatas + humanas me deixa muito feliz. 

Trabalho em casa e sozinha por escolha profissional, graças ao entendimento e respeito ao meu perfil de INFP – faço o tipo introvertido, emotivo e pensativo. Realizo ainda freelancer presencial em empresas de comunicação ou agências de publicidade, por períodos curtos, caso a oportunidade seja interessante; consultoria em ciência de dados em comunicação, palestras e aulas sobre o tema também são os serviços que presto. Se você tem um projeto com o meu perfil com dedicação exclusiva, não hesite em me chamar no nadja@nadjapereira.com. 

Adoro fazer perfis em redes sociais, mas só visito diariamente o LinkedIn e o WhatsApp, redes que me dão retorno e não são um problema em minha produtividade. 🙂